Selecione a página

Sorriso livre

Desde o dia 28 de abril de 2020 a obrigatoriedade do uso de máscara como parte das medidas realizadas para conter o avanço do coronavírus, deixou escondido o sorriso com os lábios e os olhos aprenderam a sorrir. Após 23 meses a notícia esperada chegou, o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em lugares abertos no Paraná trazendo a liberdade aos sorrisos.

No dia 29 de março de 2022, durante entrevista coletiva realizada no Palácio Iguaçu em Curitiba, o governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou a nova medida, e no mesmo dia foi assinado um novo decreto (10.596/2022) para regulamentar a flexibilização no uso de máscaras no estado.

Devido a baixa internação que nós estamos tendo no Paraná, trouxe tranquilidade para a secretaria de saúde através da equipe do secretário Beto Preto, da nossa equipe que faz esse acompanhamento diário do número de casos aqui no Paraná, onde nós também decidimos fazer essa liberação que fica facultativo.

Carlos Roberto Massa Júnior – Governador do Paraná.

Segundo o governador cada prefeito tem a liberdade de acatar ou não o decreto e no caso de Cascavel o prefeito Leonaldo Paranhos, para alívio da população, mesmo estando também em Curitiba, usou suas redes sociais e se posicionou favorável às novas medidas:

É um movimento que nós esperamos tanto, que sonhamos tanto e que acho que devido aos números que temos hoje, acho que é possível avançar. 

Leonaldo Paranhos – Prefeito de Cascavel.

Durante sua fala o prefeito enfatizou que estava sendo realizada em Cascavel, uma reunião entre o secretário da saúde Miroslau Bailak, secretário e chefe de gabinete Thiago Stefanello, secretário de comunicação Jefferson Lobo e o secretário do IPC Tales Riedi Guilherme. Após a reunião uma entrevista coletiva recebeu diversos órgãos da imprensa para apresentar o posicionamento da prefeitura que resultou no  Decreto Municipal nº 16.730, seguindo o decreto estadual.

Durante esse período de pandemia, os profissionais da saúde estiveram diretamente ligados ao combate e aos atendimentos. O Dr. Cristiano Mroginski, vice-presidente da Associação Médica de Cascavel é médico intensivista e trabalhou na linha de frente do covid coordenando a UTIde retaguarda de Cascavel e também a UTI do Hospital Bom Jesus em Toledo, ele recorda sobre momentos vividos durante o período:

A gente lidou com muito difíceis, foram momentos de grandes dificuldades e com a união de todos, da população, de colegas profissionais em todas as áreas e com a sociedade, com as associações, associação médica que trabalhou muito nesse combate, trabalhamos juntos, e aos poucos fomos vencendo e conquistando o momento que vivemos hoje no Brasil. 

Dr. Cristiano Mroginski.

Referente a liberação do uso de máscaras, o Dr. Cristiano reforça a importância da continuidade dos cuidados de prevenção:

Agora que nós tivemos a liberação do uso de máscaras no Paraná e em alguns outros estados também, é necessário continuar o cuidado, sabemos que já existem variantes, e podem surgir novas variantes, por isso precisamos ficar em alerta.

Dr. Cristiano Mroginski.

O governador Ratinho Junior, durante seu pronunciamento, também destacou que o fim da obrigatoriedade da máscara só foi alcançado graças à vacinação. “Essa conquista só foi possível porque o paranaense aderiu em massa à nossa campanha de imunização e também sempre respeitou as medidas sanitárias nos momentos mais críticos”, enfatizou o governador.

Segundo o Dr. Cristiano é visível a diferença no agravamento da doença entre pessoas não imunizadas e as que seguiram o cronograma vacinal:

A gente vê, eu trabalho aqui na linha de frente da uti e vi muito que nos últimos casos entre os vacinados e não vacinados, os não vacinados eram muito graves e os que tomaram a vacina bem poucos casos e que tinham comorbidades ou transtornos mas a porcentagem é bem pequena, então a gente viu que a vacina, essa combinação de vacina que o Brasil realizou trouxe muito benefício.

Dr. Cristiano Mroginski.

No estado, a Sesa trabalha com todas as vacinas que foram aprovadas pela Anvisa: Coronavac, Janssen, Pfizer e AstraZeneca.

Vamos lá, vamos em frente, vamos a luta, muito obrigado a todos que participaram, todos que ajudaram, todos que tiveram a paciência e fico muito sentido com as vidas perdidas meu sentimento grande aos familiares que perderam seus entes queridos isso nos deixa tristes essa perda de amigos, colegas, conhecidos familiares.

Deus abençoe a todos.

Dr. Cristiano Mroginski

EDIÇÃO ANTERIOR

Posts recentes