Selecione a página

AMC: uma gigante há 50 anos em ascensão

A entidade que nasceu para transformar Cascavel em referência nacional

Não é todo dia que se comemora meio século de existência. Consolidação, respeito e representatividade são marcas de uma entidade que avançou com o tempo e com o oeste nas conquistas e pelo desenvolvimento.

A AMC (Associação Médica de Cascavel) está vivendo um momento histórico: o seu cinquentenário. Coube à Revista Afeto, órgão oficial da entidade, fazer memória desta passagem.

A interlocução foi com três fundadores que relembraram os primeiros e importantes passos deste trajeto tão bem trilhado.

O primeiro presidente foi o médico Edo Peixoto, referência na Medicina local e um dos pioneiros a exercer a profissão em um momento em que estas terras não eram muito desejáveis de serem habitadas, afinal, com pouca estrutura, era o começo de tudo.

Foto: Cesar Pilatti

Dr. Edo Peixoto

“No início era tudo muito insipiente, não era a cidade que é hoje. E então pensamos em fazer uma coisa nova: criar a Associação Médica de Cascavel”, contou ao se remeter às lembranças de um passado de cinco décadas.

Na vanguarda, ele conta que estavam outros profissionais, os raros por aqui à época, como o doutor Sérgio Bichat, o doutor Drummond, o doutor Jarbas Poli, o doutor Lima, o doutor Álvaro Rabelo… Gente que seguiu e segue fazendo história na Medicina. Após uma pausa relativamente pontual, Edo Peixoto completou: “e outros médicos que não lembro”.

Ainda longe de pensar ser a referência que a cidade se tornaria, o projeto já era ousado e visionário. Peixoto aceitou a missão de ser o primeiro presidente por entender que os homens e as mulheres da Medicina precisam trocar experiências para se aprimorar. “Quando fui questionado se topava ser o primeiro presidente, logo respondi que se fosse para o bem da Associação Médica, eu encarava. Era para trazer novas coisas para Cascavel”, destacou.

O compromisso e o envolvimento
E foi a colaboração, a cooperação que moldou a força da AMC. “Eles [os demais médicos] colaboraram, tudo começou a ir para frente e hoje está aí, a Associação Médica 50 anos depois”, lembra o 1º presidente, Edo Peixoto.

“E que o doutor Jorge [dos Santos, atual presidente da entidade] continue com esse elã, que é próprio dele. Desejo boa sorte a todos os integrantes da diretoria, que haja progresso e reconhecimento, afinal, todos queremos ver o progresso”.

Foto: Cesar Pilatti

Dr. Luiz Carlos Lima

Caminho de precursores
Outro pioneiro da Medicina em Cascavel, o doutor Luiz Carlos Lima, fundador em 1971 do Hospital e Maternidade que leva o seu nome, lembra com saudosismo do dia que, durante um almoço em uma churrascaria, na companhia do doutor Drummond, do doutor Richa e do doutor Álvaro Rabelo, falavam da necessidade de se ter uma Associação Médica. Lima relembra que, tão logo foi fundada, ela começou a crescer muito rapidamente. “Incentivávamos os médicos que passavam por aqui a ficar na cidade e hoje, veja a quantidade e qualidade dos profissionais que estão em Cascavel. E lá se vão 50 anos”, conta ao aprimorar que a história da AMC se confunde com a da Medicina em Cascavel.

Outro precursor e que estava a frente de seu tempo, em uma visão holística do cooperativismo, do associativismo e da união para o fortalecimento, está o médico Sérgio Bichat Rodrigues. Quinto presidente da AMC, ele conta como foi comandar uma Associação que segue para a essência de sua consolidação gradativa. Mas e quando tudo começou? “O objetivo era ter um lugar em que falássemos a mesma linguagem. Naquela época, cada médico vinha de um lugar do Brasil e trazia com ele sua formação profissional diferente. Eram todos excelentes profissionais, com formação de alto nível, mas precisávamos de um lugar para trocar ideias sobre os pacientes e diagnósticos”. Deu certo. Tão certo que, algumas décadas depois, o município se tornaria a referência que é hoje na Medicina, principalmente à média e à alta complexidade, Brasil a fora. “Felizmente percebo que Cascavel ainda tem excelentes profissionais da Medicina. O nosso departamento, por exemplo, de cardiologia continua com reuniões mensais, não sei se existe outra cidade com a mesma periodicidade que a nossa”, completou.

Bichat foi o 20º médico a trazer as malas e a mudança para Cascavel – hoje as estimativas indicam mais de mil. Coube a ele a missão de ser o primeiro cardiologista. “Isso talvez tenha facilitado a criação. Sentar com 20 para discutir algo é mais fácil, agora debater uma ideia com mil médicos é outra coisa. Felizmente o espírito tem se mantido nos encontros, reuniões…”, comentou em sua vida bastante ativa pela coletividade profissional.

Mérito aos que merecem
Ao recordar do protagonismo de seu antecessor, o precursor na gestão da AMC, Bichat não precisou de esforços. “Ele [Edo Peixoto] foi um dos pioneiros da Medicina em Cascavel e também tinha um hospital, o Nossa Senhora da Salete. Ele conseguiu reunir um grande grupo de médicos. Foi praticamente eleito por unanimidade à direção da Associação”, contou. Longe de haver uma sede própria em 1969, o espaço para os debates era um posto de combustíveis. Sim, as reuniões eram sempre no Posto Sabiá. “Naquela época, era um lugar que se costumava usar para reuniões. Tinha uma boa comida e o espaço era bom, além do bom relacionamento com os proprietários”.

Foto: Cesar Pilatti

Dr. Sérgio Bichat Rodrigues

Rumos da tradição
E como a tradição não pode morrer, as bandeiras precisam seguir hasteadas e a profissão debatida, condecorada, Sérgio Bichat estampa aos profissionais
recém-formados ou prestes a chegar ao mercado: “acho que devem se
associar. A área da entidade é ótima e também um lugar para trocar ideias entre médicos. Afinal, o homem precisa viver em comunidade. Outra coisa, a Medicina avança dia a dia e a troca de experiências é muito importante. É nossa obrigação dividir com o próximo o conhecimento que temos”.

À atual gestão
“Queremos agradecer ao atual presidente doutor Jorge pelo espírito
empreendedor que lhe é próprio, bem como a toda a diretoria. Acredito que depois dessa gestão, será um mar de rosas para quem assumir a entidade”, finaliza.

Ao completar seu Jubileu de Ouro, a Associação Médica de Cascavel (AMC) mostra sua pujança, representatividade e força da classe médica.
A Associação Médica do Paraná (AMP), federada da Associação Médica Brasileira (AMB), tem na regional de Cascavel uma das que mais atuam e lutam pela classe médica e dignidade da profissão.
São 50 anos de existência, organizando e participando ativamente nos programas de saúde, beneficiando sua população e ajudando municípios vizinhos através do exercício da medicina de qualidade ofertando novas tecnologias.
E o futuro? Uma entidade que completa 50 anos tem muita história para contar, mas histórias passam e devemos pensar no longo prazo. Precisamos sonhar, precisamos planejar onde estaremos nos próximos 50 anos. O mundo atual exige que as entidades ajam como empresas, cujo resultado é revertido aos associados sob pena de, se não o fizerem, estarem fadadas ao fechamento – dura realidade.
Com o propósito de tornar a Associação uma instituição permanente, é necessário em primeiro lugar atrair novos associados, afinal somos transitórios nos cargos e necessitamos formar novas lideranças. Neste aspecto, a AMP criou, no ano de 2012, a Universidade Corporativa da AMP (Ucamp), que através do Portal EduMedica oferece Educação Médica a Distância (EAD) com qualidade científica, rigor pedagógico e disponível nas plataformas do smartphone ou computador. Os conteúdos são voltados para Medicina, Gestão e Humanidades. Deixo o convite para baixarem o aplicativo na Apple Store ou Google Play e acessarem.
“Saúde não tem preço” – na verdade, saúde é uma das maneiras que a AMP e consequentemente a AMC podem contribuir com a população através do Sinam – Sistema Nacional de Atendimento Médico, no qual aqueles que não querem depender do atendimento do SUS, devido às longas filas de espera, ou que não podem manter um plano de saúde por conta dos custos mensais, podem filiar-se e consultar a rede de médicos sócios da entidade e realizar sua consulta em caráter particular com valor reduzido. Para a população é bom, pois tem seu atendimento assegurado. Para o médico é bom, pois traz ao consultório pacientes que são “particulares”. Para a AMC é bom, pois traz recursos, permitindo sua manutenção e fortalecendo a classe.
E o médico não se aposenta? Com certeza que sim. Pensando nisso, a AMP criou o AMP Prev, que é um plano de aposentadoria complementar, existente há cinco anos com taxas de carregamento de 0% e taxa de administração de 0,8%, com tendência de diminuir a partir de novembro de 2019. Este plano é para toda a classe médica.
Acredito que a AMC, pelo empenho de suas diretorias, em especial na gestão do Dr. Jorge Luiz dos Santos, tem muito a comemorar ao mesmo tempo que terá muitos desafios para vencer. Afinal a vida seria muito chata sem os desafios. Parabéns Associação Médica de Cascavel.

avatar

Nerlan T. G. de Carvalho

Presidente da AMP 2017/2020

Minha mensagem é de agradecimento e reconhecimento. Posso dizer que é um privilégio meu estar como prefeito no momento em que a Associação Médica de Cascavel completa 50 anos. Essa instituição tem um peso muito grande, pois Cascavel é uma referência clínica não só para o Paraná, mas também para o Brasil. E ela se construiu com o trabalho de muitas pessoas. E hoje temos o novo presidente, Dr. Jorge Luiz Santos, que vem fazendo um trabalho maravilhoso. É um ser humano de primeira qualidade e fez um bom trabalho por onde passou. Parabenizo ele e toda a diretoria. É por causa de gente assim que Cascavel é uma grande cidade.

avatar

Leonaldo Paranhos

Prefeito de Cascavel

Deixo meu abraço e os meus parabéns a Associação Médica de
Cascavel. São cinquenta anos de história e o estado deve muito a esses
profissionais. Principalmente por cuidarem de algo tão importante que é a saúde das pessoas. Quero lembrar em especial aqueles médicos que
trabalham na área pública, pois são fundamentais para a sociedade.
Ao presidente da Associação Médica, Dr. Jorge Luiz dos Santos, parabéns pelo excelente trabalho que ele vem realizando. Felicidades a todos.

avatar

Ratinho Júnior

Governador do Paraná

EDIÇÃO ANTERIOR

Posts recentes